STEPHEN HAWKING nega a existência dos buracos negros como os conhecemos.

O famoso físico assegura agora que a noção de um “horizonte de eventos” do qual nada pode escapar é incompatível com a teoria quântica.

 Sem dúvida um dos nomes mais ligados à Teoria dos Buracos Negros é o de Stephen Hawking pela contribuição do famoso físico a seu estudo e principalmente à sua divulgação.
Por isso surpreende bastan te o fato do físico vir a público afirmar que este enigmático fenômeno não existe, pelo menos da forma como vinha até aqui sendo divulgado.
Em um breve artigo publicado na Revista Nature Hawking rechaça a noção de horizontes de sucessos, a fronteira invisível de um buraco negro do qual, nada, nem a luz pode escapar. Segundo a nova revisão, esse fenômeno seria incompatível com a teoria quântica.
Em seu lugar, a proposta radical do físico britânico é uma forma mais benigna: um horizonte aparente, que manteria prisioneira de forma temporal a matéria e a energia, antes de uma eventual liberação ainda que de uma forma muito mais confusa.



Postar um comentário