O MURO DE BERLIN NÃO FOI NEM SERÁ O ÚLTIMO MURO

Muro de Berlin

O Muro de Berlim (”Berliner Mauer” em alemão) foi uma realidade e um símbolo da divisão da Alemanha em duas entidades estatais, a República Federal da Alemanha (RFA) e a República Democrática Alemã (RDA). Este muro, além de dividir a cidade de Berlim ao meio, simbolizava a divisão do mundo em dois blocos ou partes: Berlim Ocidental (RFA), que era constituído pelos países capitalistas encabeçados pelos Estados Unidos da América; e Berlim Oriental (RDA), constituído pelos países socialistas simpatizantes do regime soviético. Construído na madrugada de 13 de Agosto de 1961, dele faziam parte 66,5 km de gradeamento metálico, 302 torres de observação, 127 redes metálicas eletrificadas com alarme e 255 pistas de corrida para ferozes cães de guarda. Este muro provocou a morte a 80 pessoas identificadas, 112 ficaram feridas e milhares aprisionadas nas diversas tentativas de atravessá-lo.

Muro de Varsóvia

O Muro de Berlim foi uma cruel realidade, entre tantas e tantos outros muros que a história teimou e teima em construir.Foi mais um muro fracassado. Antes dele muitos outros muros e muralhas tombaram e após ele, por incrível que pareça, ainda há muita gente que acredita que os muros são a solução para os conflitos e a forma mais fácil de se livrar daqueles que consideram indesejáveis.
Muro de Israel - Palestina



Muro no Rio de Janeiro separando favela de área nobre

Quantos muros mais terão que cair para que possamos entender que não é com muros nos separando, mas com pontes que resolveremos os grandes conflitos que nos separam.

Postar um comentário