15 DE NOVEMBRO: PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA OU GOLPE?



POR QUE PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA E NÃO GOLPE?
Pressionado por setores do Exército e pelos republicanos a liderar a deposição da monarquia, o marechal Deodoro da Fonseca hesitava. Não queria bater de frente com “o velho”, o imperador dom Pedro 2°, que respeitava. Falava em um dia poder acompanhar o caixão do monarca.
Mas Deodoro acabou cedendo às pressões e em 15 de novembro de 1889, derrubou o regime, virou o primeiro presidente e o feriado da Proclamação da República está aí.

                                  Detalhe de “Proclamação da República”, de Benedito Calixto
Agora, por que o senso comum fala de “proclamação” e não de golpe?
Afinal, o Exército derrubou o imperador e o governo constitucional, que ali estava de acordo com a Carta de 1824. Gestado pelas elite econômico-militar insatisfeita com os rumos do país, o movimento não teve participação popular que o legitimasse.
A família Bragança foi tirada do país de madrugada, para evitar reações populares. Sob os protestos de dom Pedro, que teria protestado: “Não sou negro fugido. Não embarco nessa hora. Os senhores são uns doidos!”
Segundo o cientista político e historiador José Murilo de Carvalho, autor de “Os bestializados: o Rio de Janeiro e a República que não foi”, foi um movimento “ilegal e ilegítimo”.
“O movimento republicano existia, mas sem condições de chegar ao poder por via legal. Uma alternativa discutida era uma constituinte para decidir a forma de governo, mas o movimento se precipitou, não houve tempo. Então, golpe ou proclamação da república?
"À vista da proclamação que me foi entregue hoje às 3 horas da tarde, resolvo, partindo ao império das circunstancias, partir com minha família para a Europa, deixando a pátria que durante quase meio século governei como chefe de estado."
Últimas palavras de despedida escritas após proclamação e/ou golpe de 1889, fazendo assim cair um dos maiores impérios do Mundo. Sem direito alguma de defesa!
O Imperador Dom Pedro II, um dos homens mais respeitado como chefe de estado, foi expulso e deportado com toda sua família, sem dó nem piedade por pessoas sem noção da Asneira que estavam fazendo. Não poderiam imaginar que estariam hoje colhendo frutos podres plantado em 15 de Novembro de 1889.

Texto extraído de HISTORIA DO TEMPO.
Postar um comentário