UM PONTO DE LUZ CHAMADO LAR.


Curiosity fotografa a Terra durante amanhecer marciano

Olhe bem para aquele pontinho branco no firmamento cinza do céu marciano. Ele é aqui. Sim, ele é nossa casa. Ali estamos nós. A Terra nos chama uma e outra vez, seja onde quer que nos encontremos, e sempre, como se cada uma fosse a primeira, nos emociona cada vez que conseguimos vê-la, mesmo que ali perdida na obscuridade. Curiosity, por exemplo, não poderia ser uma exceção e seu reencontro com seu mundo de origem ocorreu em 31 de janeiro de 2014, nesta imagem.
Brilhando nas primeiras luzes do amanhecer marciano, de forma semelhante a como olhamos Vênus no céu terrestre. A Terra aparece como uma brilhante estrela matutina sobre as distantes paredes da cratera Galé.
Embora imagens com maior resolução devam ser publicadas no futuro, as disponíveis são já suficientemente lindas. Desde esse ponto de luz Curiosity iniciou sua viagem, desde esse ponto de luz todos nós seguimos ansiosos seu trajeto. Um ponto de luz chamado lar.

Fico a imaginar-me no lugar do rover, não uma máquina sem sentimentos, mas eu, um humano sentado sobre uma rocha marciana olhando para esse pálido pontinho brilhante, meu lar, meu planeta... agora tão distante na imensidão do céu, que sentimentos me despertariam?
Postar um comentário