ENCONTRADAS DUAS CAVIDADES NA PIRÂMIDE DE KEOPS

FORAM DETECTADAS, GRAÇAS AO USO DA TECNOLOGIA DO SCANNER DE MUONS. DUAS CAVIDADES NA PIRÂMIDE DE KEOPS, MAS AINDA SE DESCONHECE SUA NATUREZA.



O Ministério de Antiguidades do Egito informou recentemente haver encontrado duas cavidades no interior da Pirâmide de Keops, erguida sobre o planalto de Guizé. Foram encontradas graças à tecnologia empregada pela missão internacional SCANPYRAMIDS, posta em prática a um ano para estudar o interior destes imensos monumentos funerários através de métodos não destrutivos. A Universidade do Cairo e o Instituto de Inovação e Preservação do Patrimônio (HIP) Francês estão por trás deste projeto.
Uma das cavidades foi encontrada na área superior da porta do mausoléu da pirâmide e a outra do lado nordeste. Ainda se desconhece para que podiam servir, assim como suas dimensões exatas, forma e posição. Nos próximos meses se levarão a cabo novos estudos com o objetivo de determinar sua natureza.
As últimas tecnologias são as que estão permitindo descobrir segredos com milhares de anos de antiguidade sem afetar a integridade dos monumentos – a contrução de Keops ocorreu a 4500 anos – a utilização da termografia infravermelha, a fotogrametria, técnicas para determinar as dimensões e posicionamento dos objetos a partir de fotografias e especialmente o scanner de muons  que são partículas elementares capazes de atravessar todo tipo de corpo sólido e que, ao fazê-lo, distinguem as áreas densas daquelas que estão vazias.



No final de 2015 a equipe de cientistas adiantou que foram encontradas diferenças de temperatura em diversos blocos da pirâmide o que sugeria que havia algo atrás.


Postar um comentário